IP recebeu o Embaixador de Moçambique em Portugal

2021-05-31

O embaixador de Moçambique em Portugal, Joaquim Bule, visitou a sede da Infraestruturas de Portugal (IP) no passado dia 25 de maio, tendo sido recebido pelo presidente da IP, António Laranjo, pelo administrador-delegado da IP Engenharia (IPE), Amílcar Monteiro, pela diretora do departamento de Comunicação e Imagem, Rosário Rocio e por Gonçalo Oliveira, do departamento de Desenvolvimento de Negócio Internacional. 

A reunião de trabalho pretendeu dar a conhecer a atividade do Grupo IP, em particular os trabalhos que a empresa, através da sua participada IPE, se encontra a desenvolver no apoio ao Governo de Moçambique, tendo sido discutidos e analisados os dois Programas de âmbito institucional que estão em curso:

  • Assistência Técnica para a “Melhoria do Planeamento Estratégico e de Transportes do Ministério dos Transportes e Comunicações”, que decorre desde novembro de 2018;
  • Assistência Técnica para o “Aumento da Competitividade e Melhoria do Planeamento Estratégico e dos Interfaces Funcionais do Ministério da Indústria e do Comércio”, que decorre desde julho de 2020.

Durante o encontro foi sublinhado que os dois Programas, sob perspetivas diferentes, se interligam no que concerne ao papel das infraestruturas de transporte no reforço da competitividade económica de Moçambique, através da introdução de melhorias ao nível dos modelos de gestão, do planeamento, articulação intersectorial, e da capacitação dos recursos humanos.

No final da visita, o embaixador de Moçambique em Portugal, que se fez acompanhar por Florêncio Papelo, conselheiro Económico e Comercial da Embaixada de Moçambique, expressou o seu “reconhecimento e grande satisfação pela mais-valia que os trabalhos representam para o desenvolvimento económico de Moçambique”, e pela forma como estes se estão a desenrolar, já desde 2018, imbuídos de um exemplar espírito de partilha de experiências entre Portugal e Moçambique. 

Joaquim Bule expressou ainda o desejo “que os trabalhos possam continuar a bom ritmo e que em breve o apoio do Grupo IP possa ser alargado a outras áreas da gestão de infraestruturas de transporte”, assinalando a “vitalidade das relações bilaterais entre Moçambique e Portugal”, concluiu.