Corredor Internacional Sul - Início dos trabalhos de construção do troço Alandroal – Elvas (ligação à Linha do Leste)

2019-11-04

Foi assinado dia 4 de novembro o Auto de Consignação da empreitada de construção do novo troço ferroviário entre Alandroal e Elvas (ligação à Linha do Leste).

 

A cerimónia de assinatura decorreu nos Paços do Concelho da Câmara Municipal de Elvas, com a presença do ministro das Infraestruturas e da Habitação Pedro Nuno Santos, e do Conselho de Administração da IP, onde foi apresentado o Corredor Internacional Sul, a que se seguiu uma visita à obra, numa viagem no troço Elvas/Caia, que terminou na Estação de Elvas.
 

 

O novo troço com 38,5 quilómetros integra o futuro Corredor Internacional Sul, desenvolvido no âmbito do Programa Ferrovia 2020.

 

 

Obra de arte corrente

A empreitada representa um investimento de 130,5 milhões de euros, tem um prazo de execução de 28 meses e foi contratada ao consórcio Sacyr Somague, S.A. / Sacyr Infraestructuras, S.A., e contempla, entre outros, a execução dos seguintes trabalhos:

  • Construção de infraestrutura de via-férrea, incluindo terraplenagem, sistema de drenagem. 
  • Criação de uma estação técnica
  • Construção de 13 novas Pontes e viadutos ferroviários:
  • Ponte de Alcalate – 435 metros de extensão
  • Ponte de Pardais – 785 metros de extensão
  • Viaduto da Asseca – 239,4 metros de extensão
  • Ponte da Asseca – 644 metros de extensão
  • Viaduto da Freira – 380,2 metros de extensão
  • Ponte de Mures – 510 metros de extensão 
  • Viaduto da Capela – 494 metros de extensão 
  • Viaduto do Sobral – 314 metros de extensão
  • Ponte sobre a Ribeira de Varche – 575 metros de extensão 
  • Ponte sobre a Ribeira de Mosqueiros – 330 metros de extensão 
  • Ponte sobre a Ribeira de Can-cão – 750 metros de extensão 
  • Ponte sobre a Ribeira da Lã – 558 metros de extensão 
  • Viaduto sobre a A6 na Ligação à Linha do Leste – 201 metros de extensão
  • Construção de 26 Obras de Arte para a criação de desnivelamentos rodoviários
  • Execução de caminhos paralelos e caminhos de acesso e emergência contiguo 
  • Vedação do Canal Ferroviário
  • Trabalhos preparatórios para a colocação de sistemas de Retorno de Corrente de Tração e Terras de Proteção (RCT+TP), telecomunicações, catenária e sinalização.

 

 

Ponte do Caia

 

A nova Linha de Évora terá uma extensão total de cerca de 100 quilómetros, 80 dos quais de construção nova, em via única Eletrificada (25 kV-50 Hz) sobre plataforma para via dupla, balastrada com carril UIC60 e travessa de betão polivalente (preparada para receber a bitola europeia).

Ao longo do troço serão construídas 52 Passagens Superiores e Inferiores à via férrea, 29 Pontes e Viadutos ferroviários e 3 Estações técnicas.

A Linha é constituída pelos sub-troços: 

  • Évora Norte/Freixo, com 20,5 quilómetros de extensão,
  • Freixo/Alandroal, com 20,5 quilómetros e
  • Alandroal/Elvas (ligação à Linha do Leste) com 38,4 quilómetros.

A construção desta nova plataforma ferroviária constituirá a maior extensão de caminho-de-ferro construída há mais de um século no nosso país.

A futura Linha entre Évora e Elvas representa um investimento de cerca de 500 milhões de euros, comparticipado por fundos europeus.

O presente contrato será objeto de apoio da União Europeia através do programa Connecting Europe Facility (CEF), ao abrigo de contratos de cofinanciamento com comparticipações que variam entre 40 e 50%.

 

   

Mais informação sobre o Corredor internacional Sul